Saiba como ocorrem os nevoeiros em regiões Sul e Sudeste do Brasil

A maioria dos brasileiros não estão acostumada com o frio e a região Sul do pais, dependendo da rigidez do inverno – muitas vezes influenciado por fenômenos sazonais como El Nino e La Nina – se apresenta como excelente opção para “roteiros gelados”.

Assim, as serras gaúchas e catarinense (e algumas cidades serranas do Sudeste do país) registram temperaturas de um digito e, ocasionalmente, negativas.

A cidade de Canela, na Serra Gaúcha, distante 120 km de Porto Alegre, possui um aeródromo (SSCN) cuja excelente estrutura proporciona ao piloto boas condições de segurança e navegabilidade.

Com seus 2.723 ft de elevação, pista asfaltada com 1.260 m x 18 m, Canela opera do nascer ao pôr do sol, possui balizamento noturno e PAPI numa das cabeceiras, além de abastecimento Qav e Avgas.

Mesmo não sendo homologadas pelo DECEA, utiliza duas estações meteorológicas com informações de vento, pressão atmosférica, temperatura do ar, ponto de orvalho e ate o nivel da base de nuvens convectivas. E tudo fica disponível na pagina do aeroclube na internet.

Em julho, nevoeiros são muito comuns não só em Canela, mas na vizinha Gramado e em muitas cidades do centro-sul do pais. De Porto Alegre ao Rio de Janeiro, tão logo passem as frentes frias, os centros de alta pressão de núcleo de frio dificultam a formação de nuvens, mas enchem de umidade a atmosfera, ligando o botão que dispara a possibilidade de nevoeiros em toda a regiao.

0 fenômeno, resultante da inversão térmica próxima a superfície, restringe bastante a visibilidade matutina e muitas vezes a valores menores do que 200 m. Por outro lado, novamente as correntes de jato, ventos fortes vindo de oeste, apresentam-se como um fenômeno que merece atenção.

Em latitudes na faixa de 30 graus, ele ocorre entre o FL 300 e o FL400, justamente onde estão boa parte das aerovias. “Um voo seguro começa com o planejamento adequado e as informações meteorológicas como metar, taf, cartas sigwx e de prognostico de vento, além de imagens de satélite, estão disponíveis a todos os aeronavegantes, se constituindo em ferramentas essenciais para o sucesso da atividade aérea”, alerta o meteorologista Fernando Marinho.

Compartilhe com seus amigos

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of